Acordo prevê fim de sacola plástica em supermercados de S. Paulo

24/04/2011 - 15:30

Acordo entre o Governo de São Paulo e supermercados prevê o fim do uso de sacolas plásticas até o fim do ano no Estado. A campanha será oficializada em maio, na feira anual da Associação Paulista de Supermercados.
A extinção das sacolas plásticas, que demoram mais de cem anos para se decompor no ambiente, foi acertada entre o governo paulista, as grandes redes supermercadistas -Pão de Açúcar/Extra, Carrefour e Walmart, que têm 35% do setor no Estado- e também as redes pequenas.
São Paulo deverá ser o primeiro Estado do país a banir as sacolas plásticas -já há iniciativas assim em grandes cidades do país.
A medida, entretanto, não tem força de lei e é fruto de um acordo do governo com os supermercados. Feiras e lojas, por exemplo, poderão continuar a dar sacolas plásticas aos clientes.
A partir da data da feira da Apas, os estabelecimentos terão seis meses para deixar de distribuir as sacolas.
Juntamente com as garrafas do tipo PET (usadas em refrigerantes), as sacolinhas são os maiores poluentes de rios e de mananciais no país.
TAGS: sacolas plásticas São Paulo
Fonte:http://www.bahiatodahora.com.br/noticias/brasil/acordo-preve-fim-de-sacola-plastica-em-supermercados-de-s-paulo

Comentários
2 Comentários

2 comentários:

  1. Anônimo disse...:

    Absurdo!

    Em primeiro lugar, não vai reduzir o consumo de sacolas plásticas com esta medida! A grande maioria das sacolas são reaproveitadas principalmente como sacos de lixo. Ou seja, se o consumidor não tiver as sacolas do supermercado, vai comprar mais sacos de lixo, que também são plásticos e prejudicam o meio ambiente!

    E pro consumidor, vai restar gastar mais na compra destes sacos e a tendencia é que os supermercados não repassem este menor custo que irão ter sem aquisição das sacolas!

    Sem contar o transtorno na hora de fazer compras!!!

  1. A própria PNRS Política Nacional de Residuos Sólidos define como rejeitos os “resíduos sólidos, depois de esgotadas todas as possibilidades de tratamento e recuperação por processos tecnológicos disponíveis e tecnicamente viáveis, não apresentem outra possibilidade que não a disposição final ambientalmente adequada” (artigo 3º, XV).
    A logística reversa com finalidade em aproveitar o maximo a matéria prima. As sacolinhas plástica é uma moda e entrou na cultura do povo, saturando os aterros sanitários, poluindo os oceanos, comprometendo as diversas espécies.
    Com a PNRS não existe mais resíduos e sim rejeitos, uma medida que vai responsabilizar as empresas que geram embalagens, com aplicações da logística reversa aproveitando os resíduos transformando em novos produtos até atingir sua fase final. Lembro de uma frase em uma empresa que dizia MISTUROU É LIXO, SEPAROU É PRODUTO.
    ABRAÇO.

    Rogerio Godoy Princiotti
    www.ecoharmonia.com

Postar um comentário

 
Eco Harmonia